Polo: palestra reuniu 26 regionais do CAMP sob o tema liderança e influência

A manhã do sábado foi movimentada em relação a mais um dia de muitas atividades reservadas ao Congresso de Adolescentes do Ministério de Perus (CAMP). No auditório do Polo Metodista, 26 lideranças regionais participaram de uma palestra dividida em duas partes, enfocando os temas “Liderança que influencia” e “Influência que faz fluir”. Momentos de trocas de conhecimentos, papo franco e manifestação da glória santa foram experimentados.

A diretoria convidou dois oradores para falar a respeito dos assuntos: o pastor presidente do ministério AD Perus, o doutor Elias Cardoso e o líder de adolescentes da AD São Bernardo do Campo/SP, pastor Adriel Batista, que é formado em economia, administração e teologia.

O presidente iniciou seus argumentos mediante referência bíblica pautada em Gênesis 41: 38 – 52, abordando a trajetória de José. Com isso, encaminhou considerações acerca do crescimento em terra de aflição. “Estou trêmulo, arrepiado e nervoso ao falar com vocês. Respeito demais o trabalho feito junto aos adolescentes e sei dos desafios que vocês enfrentam”, disse.

Qualificando a faixa etária como uma das mais desafiadoras no seio da igreja, pediu que todos dediquem tempo, atenção, carinho e intercessões a essa massa que tem tudo para crescer mais e mais, a partir do surgimento de líderes que terão como missão efetuar a grande mudança comportamental que sonhamos, sempre a partir dos conceitos bíblicos.

Após relatar os passos dados como pessoa, operário, estudante e obreiro, destacou que em nenhum momento o Senhor tem prazer naqueles que recuam perante as adversidades. “Temos de influenciar essa garotada de forma positiva. O enfrentamento nos faz crescer. Atitudes, formação, relacionamento estreito com Deus são prerrogativas que abalizarão o nosso testemunho, influenciando para melhor a vida dos que nos observam”, receitou. Após, respondeu perguntas da assistência.

SERENIDADE X ADVERSIDADE

Complementando a manhã de conversas francas e determinadas, o pastor Adriel Batista, que é formado em economia, administração e teologia, foi instrumento de honra, discorrendo sob o tema “Influência que faz fluir”. Suas formações seculares, conhecimentos técnicos e inspirações divinas permitiram que importantes visões fossem passadas aos líderes.

Ao ler Atos, capítulo 27, fez do episódio do naufrágio um ponto importantíssimo para fechar as suas observações, sempre recordando que o bom andamento do trabalho a ser feito tem relação direta com os objetivos pré-determinados.

Sensacional.

Deixe seu comentário:
Célio Campos
Célio Campos
Jornalista, historiador, editor de Conteúdo do jornal O Arado e mestrando em Comunicação.
CONTRIBUIR