Templo-sede acomodou seis regionais na impactante tarde de sábado

Mulheres que superaram suas dificuldades tradicionais entre obrigações do lar e dos encargos eclesiásticos, comparecendo a plenária da edição 21 do Congresso de Irmãs Beneficentes do Ministério de Perus (CIBEMP), foram edificadas e devidamente recompensadas pelo Eterno. O tema que uniu o ministério feminino na sede nacional da AD Perus neste ano foi “Mulheres transformadas pela renovação do vosso entendimento” (Rm 12:2).

Após fervoroso período de oração, o culto foi aberto. A leitura oficial coube ao pastor Wíllian Rosa, assim como a oração.

De posse do comando do culto, a missionária Valdecir Souza Salomão, elogiou a união que tem sido marca do CIBEMP ao longo de suas edições e apresentou as seis regionais presentes ao culto: Bauru, Cajamar, Catanduva, Itapevi, Maracaí e Nordeste (formada pelas regionais em Feira de Santana-BA, Teixeira de Freitas-BA e Lagarto-SE). Todas adoraram e o fogo celestial se manifestou.

Cantor Júlio Lima

Jackson & Talita

Se o fogo celestial já dava mostras de ‘queimar’ alguns corações, isso se tornou realidade a partir das oportunas apresentações protagonizadas pela dupla “Jackson & Talita”, que entoando hinos pentecostais e avivados, presenciaram o Senhor trabalhar de uma forma impressionante junto à assistência que explodiu em glórias e gratidão ao consolo santo derramado como bálsamo perante corações carentes em receber visitas de gente do céu. Pratas-da-casa, os cantores Júlio Lima e Elaine Mello adoraram ao Pai.

Dividindo presença física entre o templo-sede e a Catedral, a presidente, missionária Lígia Cristina Marins Cardoso, compareceu para manifestar a sua alegria junto ao coletivo que lidera.

“O jardim está florido”, disse, comparando as multicores de uniformes que ganharam o plenário. “Em meio às retaliações, superamos novamente as afrontas e vencemos o inimigo. Saibam que o meu grande sonho ainda é realizar um CIBEMP reunindo as 45 regionais mais próximas da sede e as demais em local único, isto é, que caibam todas (irmãs) sob o mesmo teto. Deus nos dará”, decretou, saudando participações especiais de regionais internacionais como Bélgica, Paraguai e Peru.

Mensagem pautada no tema

Mis. Vania Costa

A mensagem pregada veio na boca da missionária Vania Costa (Mauá-SP), que iniciou compartilhando um testemunho pessoal, decorrente de um propósito divino. “Em meio a tantas coisas que Deus me falou, revelou que seria aberta uma porta para que ministrasse no CIBEMP, em Perus. Isso em 1º de janeiro, através de um pastor que foi à minha residência decretadamente para avisar que eu seria convidada e não poderia recusar. Aqui estou”, destacou.

Elaborando sua ministração, falou da justificação via Deus, contudo destacou que existe a premente necessidade das pessoas confessarem feitos indevidos para que alcancem a sonhada, esperada e necessária misericórdia. “Pessoas que adentram a locais em que não devem são consumidas pela angústia. Tem de colocar para fora. Não podemos nos conformar com o cotidiano mundano”, ensinou.

Concluindo, armar para lutar espiritualmente contra o mundo e suas concupiscências foi ordem imperativa pregada pela missionária mauaense, que incentivou todos a buscarem a boa, perfeita e agradável vontade divina para que tenham a sensação da alegria da salvação renovada e rumem a Sião celestial.

Deixe seu comentário:
Célio Campos
Célio Campos
Jornalista, historiador, editor de Conteúdo do jornal O Arado e mestrando em Comunicação.
EBFO 2019