Sábado: Catedral hospedou culto em tarde que se tornou em marco às vidas de congressistas

Sábado a tarde, o plenário da Catedral foi palco de outro grande culto alusivo ao Congresso de Irmãs Beneficentes Evangélicas do Ministério de Perus (CIBEMP). Na abertura, louvores da Harpa Cristã revelaram a comunhão e unidade de toda igreja adorando ao Senhor.

Congressistas da regional de Marília iniciaram os trabalhos louvando ao Pai, diante de muita glória. Outras regionais convidadas, como Cabreúva, Porto Feliz, vilas Santa Maria, Souza, jardim Cachoeira, Joinville, Goiás e Januária completaram o rol dos que se colocaram em louvores ao nome santo do Redentor. O poder divino foi experimentado e a glória do Eterno tomou conta do recinto.

Não foi só. Convidados especiais, a dupla “Jackson & Talita” e Maicon Bonfim, dedicaram ao Senhor seus tributos em forma de louvores. A dupla catarinense alertou que “quando cuidamos das coisas do reino Deus, ele se encarrega de cuidar das demais coisas por nós. Não sabemos como ele faz; só podemos afirmar que o grande Eu Sou faz”.

 

Antes da palavra ser pregada, o plenário acusou a presença do ex-governador do Estado, Geraldo Alckmin, que costumeiramente comparece aos grandes eventos promovidos pela AD Perus. O político rendeu elogios ao conclave feminino e recebeu orações do plenário.

A ministração ficou por conta da missionária Mariza Umbelino, poderosamente usada na presença divina. Se valeu de um trecho bíblico – 2º Crôn 29:1-7: “Também fecharam as portas do alpendre, e apagaram as lâmpadas, e não queimaram incenso nem ofereceram  holocaustos  no santuário ao Deus de Israel”. Tratou-se de uma mensagem com forte apelo à correção de rota por conta dos que buscam alinhamento espiritual e intimidade com o Salvador.

“Não há como falar de reforma sem falar em avivamento, e assim vice-versa, pois sempre houve avivamento onde também existe reforma espiritual”, calculou.

A preletora afirmou existir reformas que são realizadas mas não concluídas e outras sim. Aquilo que iniciamos, Deus ele é poderoso e pode nos dar a capacitação para conseguirmos concluir. Temos que saber nos educar, iniciar o caminho que a criança deve andar para não sofrer futuramente e não se contaminar com este mundo”, pediu.

Em meio a um clima pentecostal de muita resignação, a oradora sustentou que Deus vem cobrando um posicionamento nosso e chamando para um despertamento.

O CIBEMPvem se desenvolvendo sob o tema “Mulheres transformadas pela renovação do vosso entendimento” e divisa “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm 12:2). Colaborou Diego Rocha França

Midia AD Perus
Midia AD Perus
Departamento de Mídia e Comunicação do Ministério de Perus
EBFO 2019