Este breve documentário serve para relatar através de dados informativos, fotos e vídeos sobre o que realmente acontece com Perus no tocante as grandes enchentes e falta de infraestrutura.

Compartilhe o documentário SOCORRE Perus

Desde 2009 Perus tem pronto um pacote de projetos que visa melhorar a estrutura do bairro, chegando inclusive a abrir licitação.

O plano prevê:

  • A construção do parque linear
  • A construção de piscinões, com vistas a melhorar o escoamento das águas do ribeirão Perus e seus afluentes;
  • A limpeza e afundamento da calha do rio, inclusive com a elevação das pontes da praça em frente à estação de trem, que serve de bloqueio para o escoamento das águas;
  • Construção e refazimento do túnel sob a linha férrea da CPTM, que é o verdadeiro gargalo e o grande causador das enchentes, pois não permite o escoamento das águas em tempos de chuvas, como ocorre todo final e início de ano, elevando o nível das águas até 1.5 metros nas vias, inundando residências, faculdades, cartório, toda a praça do centro além de centenas de residências com grande prejuízo à população.

Por falta de vazão, a pressão da água destrói as margens do rio, destruindo muros, construções e arrastando para dentro do rio tudo o que puder.

Somado a isso, com a construção do rodoanel, trecho via-bandeirantes até o Botuquara, fez com que todos escoamentos da água da chuva viessem para o rio, acumulando areia e excesso de agua, sem nenhum tratamento preventivo ou obras de estrutura para atender o aumento de fluxo de agua que as calhas do rodoanel trouxeram em épocas de chuvas torrenciais.

Perus é um bairro denso e populoso, e depois de servir o lixão por 40 anos, nenhum centavo do crédito carbono foi deixado aqui. Não existem aplicações em benfeitorias para a região que suportou o deposito de lixo da capital por tanto tempo.

Além de tudo isso:

Todo entorno de Perus, é melhor atendido em estrutura, seja Pirituba, seja Caieiras, seja Cajamar. Perus está atrasado e abandonado há anos.

  • Não existe saneamento básico em Perus. 
  • As redes coletores de esgotos, muitas delas, precárias, despejam o esgoto no ribeirão Perus, que corta todo bairro.
  • O esgoto em muitas ruas, correm a céu aberto, e ainda pagamos esgoto, na conta. Só que Perus, não tem uma estação de tratamento de esgoto e nem sistema adequado à demanda.

Essa é a conta que Perus suporta, sem que o poder público nos dê atenção.

No último dia 04 de janeiro, o prefeito Bruno Covas esteve em Perus em uma audiência pública em que prometeu solucionar o problema, autorizando de imediato as obras, só que de lá para cá, tivemos mais enchentes, e o rio sequer foi desobstruído minimamente.

  • Refazer a passagem do pequeno túnel sob a linha férrea depois do centro de Perus, é primordial, sem o qual as enchentes não cessarão.

Este trabalho foi feito em conjunto com várias ONGs de representação popular, visando fornecer dados e documentos para futuras cobranças junto aos poderes públicos, notadamente a gestão política e meio ambiente.

Convém lembrar que os projetos estão paralisados desde 2009,

  • Parque linear 
  • Reparo das margens do ribeirão Perus e limpeza do rio
  • Elevação das pontes que obstruem as passagem de águas 
  • Construção do novo túnel e passagens de água sob a via férrea
  • Construção de piscinões
  • Terminal de ônibus sob a as pontes principais de Perus.

PROJETO SOCORRE PERUS.

Deixe seu comentário:
Midia AD Perus
Midia AD Perus
Departamento de Mídia e Comunicação do Ministério de Perus
EBFO 2020