Conselho de Ministros tem primeira reunião de 2021

No último dia 9, o Conselho de Ministros fez a primeira reunião ordinária mensal aberta para um público maior. O pastor Elias Cardoso, presidente da AD Perus, pontuou que, por causa das restrições, foram encontradas alternativas para que as demandas do povo de Deus não ficassem sem uma pronta resposta do ministério.

Assim, foram realizadas reuniões quinzenais com presença de membros da diretoria do ministério, pastores regionais e, também, obreiros que estão atuando no exterior. “A igreja não parou em tempo algum que tivemos os impedimentos e percalços. Com todo cuidado e respeito às normas e leis, conseguimos sobreviver”, ponderou o presidente.

Prevenção

Mesmo com a adoção de cuidados como não abraçar ou até mesmo estender as mãos no cumprimento caloroso como é de costume, a primeira reunião de 2021 teve um sentimento de gratidão especial.

Para que os irmãos participantes nos cultos presenciais nas congregações, estão sendo garantidas todas as medidas de segurança como uso da máscara, aferição de temperatura na recepção, disponibilização de álcool em gel e distanciamento nos assentos. “Aqueles que estão olhando para o Senhor”, afirmou o pastor Elias, “têm sede da presença de Deus”.

Prova de amor

O pastor Elias recordou o maio mandamento do Senhor Jesus: “amarás ao Senhor teu Deus acima de todas as coisas”. Infelizmente, muitos falharam nesta demonstração de amor. Isso porque alegam risco de contaminação no templo, mas não vislumbram o mesmo problema no mercado, ou no banco. Há, ainda, os que demonstram amor à improdutividade. “Amam o ócio, trancado dentro de casa, mas não tem coragem de vir para a igreja”.

Zelo e confiança

Pelo zelo no cuidado da igreja do Senhor, as atividades de rotina foram mantidas dentro da regularidade possível. Reuniões de oração, cultos de ensino, Escola Dominical. “Se dá pra fazer, não vamos parar. Com dez, com 100 ou com mil, não interessa. E conseguimos superar. Até aqui nos ajudou o Senhor”, testifica o pastor presidente. “Olha para cima, que dá tudo certo” concluiu.

Chamado ministerial

O pastor Joinville Albernaz, primeiro vice-presidente, ministrou aos obreiros e tratou da importância de cumprir o chamado do Senhor com zelo, dedicação, renúncia diária. O preletor escolheu o texto do apóstolo João no capítulo 15, verso 16: “Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vos conceda”.

“Homens que dedicam tempo à Palavra, Deus se revela a eles”, afirmou o pastor Joiville. Este apreço às Escrituras só pode ser percebido na vida de quem tem convicção da redenção assegurada por Jesus, o Messias. “Só pode ministrar a palavra de salvação, com convicção, quem tem certeza que é cidadão do céu.”

Sintomas da apostasia

Durante a exposição, pastor Joinville mencionou dois sintomas presentes na vida de quem está se afastando da cruz de Cristo: 1) perda de desejo da comunhão com Deus pela oração; 2) perda da comunhão por meio das Escrituras. Ele enfatizou a necessidade de equilibrar a busca pelo poder, manifestação do sobrenatural de Deus sem deixar de lado a busca pelo conhecimento que só a leitura, meditação e estudo sistemático das Escrituras pode trazer. “Se eu buscar a revelação da Palavra, eu vou pregar falando línguas estranhas, mas cheio do conhecimento da Palavra. É essa Palavra que limpa”, enfatizou.

Eventos

Diante do contexto, os eventos nas regionais estão suspensos até segunda ordem. O ministério fixou apenas a data de realização da Escola Bíblica Fraternal de Obreiros a ser realizada de 1 a 4 de abril. As inscrições já estão abertas pelo Portal AD Perus. Clique aqui para acessar o edital e formulário de inscrição.

Deixe seu comentário:
CONTRIBUIR