Semeador atuante tem coração com boa terra

Abertura do 22° Cibemp

A chuva que marcou o final da tarde desta sexta-feira (17), não impediu que milhares de congressistas participassem da abertura do 23° Congresso das Irmãs Beneficentes Evangélicas do Ministério de Perus (Cibemp). O pastor presidente da Assembleia de Deus – Ministério de Perus, doutor Elias Cardoso, e a missionária Lígia Cardoso, coordenadora nacional do departamento, ressaltaram a satisfação em receber todas as congressistas.

Os hinos da Harpa Cristã foram acompanhados por uma Orquestra com 43 integrantes sendo 42 irmãs e apenas um homem, Vinícius Bespalec –autor dos arranjos. Este ano, a irmã Talita Marinho, da Regional de Mauá, recebeu a batuta da regência das mãos da irmã Acsa Fernandes que cooperou como regente da Orquestra Feminina do Cibemp por seis anos.

Cooperação

As regionais Centro, Vila Perus e Vila dos Remédios cooperaram com participações especiais nesta primeira noite. Como quem conduz o culto em todos nos detalhes é o Espírito Santo, as mensagens cantadas exortaram a abandonar a reclamação e abraçar a adoração, mesmo no meio da angústia e tribulação.

Pela identidade pentecostal e avivada, uma marca da AD Perus, a multidão exultou com a lembrança de que o Senhor é quem dá providência no deserto, quem não deixa faltar água e pão para quem nele confia. As semeadoras também glorificaram ao Eterno lembrando sob que autoridade e em nome de quem semeiam a boa semente: Jesus, o Filho de Deus.

A igreja irrompeu em efusiva adoração, com o Grande Coral ao recordar a conduta de Josafá diante da grande ameaça contra o povo de Deus e a proclamação da palavra profética que o Senhor é quem peleja em favor daqueles que nele esperam. A missionária Aparecida de Cassia, da Regional Vila Souza, também cooperou adorando ao Senhor e ressaltando que toda honra e glória é devida exclusivamente a Ele.

Caravanas

A missionária Lígia apresentou as caravanas de regionais mais distantes e enfatizou a satisfação em poder receber a todas que, com não medem esforços, não se intimidam com as grandes distâncias e fazem questão de celebrar ao Senhor na sede nacional.
Nesta primeira noite, já estavam presentes as caravanas: BAHIA – Vitória da Conquista e Teixeira de Freitas; GOIÁS – Rio Verde, Ipiaçu e São Simão; MATO GROSSO DO SUL – Campo Grande; MINAS GERAIS – Januária; PARANÁ – Umuarama; PERNAMBUCO – Vitória; RIO GRANDE DO SUL – Porto Alegre; SERGIPE – Lagarto. Foram apresentadas, também, irmãs do Peru e Estados Unidos.

Perfil do semeador

O pastor Elias Cardoso ministrou a primeira mensagem desta grande festa. Com base no texto do evangelista Mateus: “Mas, o que foi semeado em boa terra é o que ouve e compreende a palavra; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta” (Mt 13:23), o presidente pontuou algumas características daqueles que se propõem a semear a boa semente.

Ter desejo e sensibilidade para ouvir a voz de Deus é uma destas características. O presidente destacou a urgência de que a igreja de Jesus deixe de lado a mecanização e passe a depender do Espírito Santo. “Chega de culto automático, pregação informatizada, cópias no púlpito. O Espírito Santo tem de voltar a pousar como língua de fogo na nossa cabeça!”

O presidente ponderou, ainda, que o semeador do evangelho não permite que seu coração se torne depósito de “entulhos” de coisas que inibem a comunhão com Deus, estimula a maledicência, a desobediência, a frieza e apatia espirituais.

Semeadura pela oração

Durante a ministração, o pastor Elias testificou, também, que o semeador aproveita todas as oportunidades para fazer conhecido o amor de Deus. Ele exemplificou com a agradável surpresa pelo nascimento de mais um semeador para a família: Elias Cardoso Neto filho de Berg e Geisla. Antes do ingresso na sala de parto, a missionária Lígia pediu para que fosse realizada uma oração.

Como pai atencioso, avó zeloso e semeador atento, ele compartilhou com a igreja que por meio da oração, encontrou uma oportunidade de semear a boa semente. Assim, diante de integrantes da junta médica, pediu ao Senhor que dirigisse a mão dos médicos, dos enfermeiros e de todos que chegassem ao ambiente. “Uma oração sua, pode ser uma pregação”, ponderou o presidente.

O pastor Elias exortou a todos para serem zelosos na aplicação dos talentos dados pelo Senhor para o cumprimento da grande comissão. “Foque. Faça bem feito no tempo que Ele te deu que a semeadura vai retornar. Você vai ver produzir coisa boa.”

CULTO DE ABERTURA DO 23° CIBEMP – PLENÁRIO TIMÓTEO

Deixe seu comentário:
Midia AD Perus
Midia AD Perus
Departamento de Mídia e Comunicação do Ministério de Perus
EBFO 2019