Ministério participa de reunião virtual

Na última sexta-feira (22), o pastor Elias Cardoso, presidente da AD Perus, conduziu uma reunião virtual que contou com a participação de 80 obreiros membros da presidência, pastores regionais, estaduais e de outros países onde a bandeira do evangelho está sendo erguida pelo Ministério de Perus.

Em função de todas as restrições e dificuldades para reuniões presenciais, o encontro virtual foi uma oportunidade especial para o pastor Elias ministrar uma palavra de encorajamento e consolo aos obreiros. “A sua dificuldade é a nossa dificuldade. A sua alegria é a nossa alegria, também. Estamos no mesmo desafio”, ponderou.

Com base no Salmo 133, o presidente abordou as dificuldades que precisam ser superadas com a unção de Deus. “Estou esperançoso, mesmo em meio ao aperto”, declarou. Ele aproveitou para ressaltar que “é tempo de sermos testados e provar que Deus é na nossa vida”.

Zelo

A pandemia da Covid-19 trouxe impactos em todas as relações sociais em escala mundial. O pastor Elias ponderou que nem mesmo em contexto de guerra global se viu um impacto social tão devastador. Isso porque durante conflitos bélicos, os exércitos se confrontam em pontos geográficos específicos e a sociedade mantém seu ritmo. Em muitos casos, a guerra só é conhecida pela imprensa.

Nesta pandemia, porém, todos são atingidos em escala mundial. Diante disso, a liderança espiritual precisa estar atenta e ser criativa para “envolver os irmãos, levantar o ânimo dos obreiros, dos líderes de departamentos, este é o momento que todos devem ser valorizados, ninguém pode ser esquecido”, orientou o presidente. Ele lembrou, ainda, um dos princípios aplicados por soldados na guerra: “não deixe ninguém para trás”.

Comunicação

O pastor Elias sugeriu uma atenção especial à comunicação com a igreja. A exemplo das atividades na Catedral, ele propôs a formação de grupos de WhatsApp por departamento. Assim os irmãos vão se sentir “alcançados, abraçados, vistos, amados”, adiantou.

Para garantir o cuidado espiritual todas as ferramentas são válidas. Desde os cultos online usando aplicativos como o Zoom –usado para a reunião do ministério- até visitas rápidas em domicílio com toda segurança com uso de máscaras, sem contato físico, tudo deve ser considerado para que as ovelhas do Senhor estejam bem cuidadas.

O presidente alertou, ainda, para os casos de famílias que às vezes estão passando por aperto, mas não comunicam à liderança da igreja. É importante que toda a igreja esteja orientada a, caso saibam de irmãos passando necessidade, que isso seja comunicado à igreja. “Deus vai te dar estratégia”, assegurou.

Confiança

Em meio ao contexto de guerra contra o vírus, o pastor Elias reiterou aos obreiros a necessidade de instruir a igreja a se manter na postura de atalaia. Por isso, está em curso uma campanha de jejum e oração às terças e quintas. “Precisamos orar pelo ministério, pela obra missionária, pelo nosso País e pelo mundo”, ponderou o pastor Elias.

Em uma palavra de encorajamento, o presidente recordou uma promessa: “Deus está no meio dela, não será abalada. A Igreja do Senhor que leva a obra a sério, vai sair vencedora. Não só da crise financeira, como espiritual também”.

O clamor da igreja é para ouvir a voz do Senhor e não se deixar influenciar e abater pelas sentenças de derrota proferidas pelos filhos das trevas e aqueles que não estão em comunhão com o Soberano. Por isso, os santos clamam ao Senhor por misericórdia, sabedoria, graça, discernimento, coragem, ânimo, proteção, pureza de coração, mãos e mente, aprovação espiritual. A postura dos que confiam no Senhor é buscar estarem escondidos debaixo da graça do Soberano.

Deixe seu comentário:
CONTRIBUIR