Os personagens do Gólgota e o discípulo de hoje

Na tarde de sábado, dia 20, o pastor Otoniel Gomes falou sobre a postura dos discípulos de Jesus, enquanto aguardam o seu retorno. Usando como pano de fundo o cenário da crucificação de Jesus e os personagens que são descritos nos evangelhos registrados por Mateus, Marcos, Lucas e João, ele alertou sobre o desafio da espera. “Nós almejamos os céus e vivemos na terra. Até que Ele venha, nós devemos ser, ter e estar dentro do seu propósito”.

Pastor Otoniel: “Não existe evangelho, sem a cruz de Cristo”

O preletor lembrou que, por não se saber a hora da sua volta, é possível que se desista de aguardar. “Quem espera alguém e sabe que ele demora, a vontade é de desistir de aguardar”, ponderou. Ele recordou, porém, o aviso do próprio Jesus: “Eis que venho sem demora!”.

Ao traçar um paralelo entre os personagens que são descritos no processo de prisão, julgamento e execução de Jesus, Gomes conduziu os congressistas a uma reflexão sobre o comportamento de cada um frente ao sacrifício único protagonizado pelo Cordeiro de Deus, no Calvário. “Não existe evangelho, sem a cruz de Cristo. Na cruz de Jesus foi protocolada a vitória da igreja e todos os seus conteúdos. A cruz foi a chave que abriu a porta da graça”, declarou.

“Quem somos nós, enquanto igreja, diante dessa imagem da cruz? O que o Gólgota é para mim e como estou me comportando diante do Calvário?”, inquiriu o pastor Otoniel à juventude. Ele ressaltou, ainda, a superioridade do plano divino que tem no cenário da cruz o ápice para seu desdobramento. “Na cruz tenho muitos valores que são inegociáveis. Na cruz, Jesus demonstrou o seu grande amor”, declarou.

Atraídos pela função ou pela relação?

Ao descrever a postura de Anás, Caifás, Herodes, Pilatos, soldados romanos, mulher de Cleofas, Maria –mãe de Jesus–, João, entre outros, o preletor questionou aos congressistas: “O que te trouxe aqui, a função ou a relação?” Ele alertou, ainda, para a necessidade de se buscar intimidade com Cristo por meio da negação de si mesmo, assumindo cada um a sua cruz para segui-Lo. “Evangelho é a renúncia das minhas propostas e viver as propostas dEle.”

O pastor Otoniel desafiou os jovens a não serem identificados como “um igrejista fora do evangelho” e questionou como estão as atitudes de cada um frente ao Calvário, o cenário da demonstração do amor de Deus. “O que estou fazendo, como estou me comportando?”

Assista a íntegra da ministração

Veja mais fotos

DIA 18 – QUINTA-FEIRA
Parte 1 | Parte 2

DIA 19 – SEXTA-FEIRA
Parte 1 | Parte 2

DIA 20 – SÁBADO
Manhã Parte 1 | Parte 2
Tarde Parte 1 | Parte 2
Noite Parte 1 | Parte 2

DIA 21DOMINGO
Manhã Missionária Parte 1 | Parte 2
Tarde – Parte 1 | Parte 2
Noite – Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4

Deixe seu comentário:
Midia AD Perus
Midia AD Perus
Departamento de Mídia e Comunicação do Ministério de Perus
EBFO 2019