Pastor Elias Cardoso completa mais uma primavera no último dia do Cibemp 2021

Pastor Elias Cardoso recebe oração da igreja em gratidão por mais um ano de vida

O encerramento do Cibemp Brasil 2021 coincidiu com outra data importante para a AD Perus: o aniversário do pastor Elias Cardoso, presidente do Ministério. Foi um presente de valor incalculável receber a oração durante o culto da manhã deste domingo e ouvir o grande coro composto por vozes de Bragança Paulista, Caieiras, Francisco Morato, Jardim Damasceno e Mairiporã que entoaram: “Feliz aniversário junto com os seus, muitas felicidades, muitas bênçãos do céu. Que Deus resplandeça com a sua luz e em toda sua vida bem feliz possa estar com Jesus”.

O pastor Elias destacou o valor desta forma de comemoração: “Não tem churrascaria, não tem hotel, não tem resort que se iguale a estar na presença de Deus”.

PERFIL

Nascido em lar cristão filho de Maria Avelina e Antônio Cardoso (em memória) o pastor Elias sempre recorda que seu pai tinha algumas exigências peculiares com sua conduta. À época, ele relata que apontava o fato de seus irmãos não receberem as mesmas cobranças. A resposta, porém, era de manter o foco em si e não nos demais.

O menino, então, não sabia que, na verdade, Deus estava usando seu pai para um treinamento intensivo com o objetivo de habilitá-lo para o exercício do ministério pastoral. Quando oportuno, o pastor Elias faz menção das professoras da Escola Dominical de sua infância. Pelo ministério destas irmãs, algumas ainda servindo ao Senhor, foi forjado um estudante das Escrituras, aluno assíduo e dedicado da EBD até os dias de hoje.

VOCAÇÃO MINISTERIAL

Seu pai foi quem o apresentou ao universo da música. O primeiro hino que tocou foi o de número 108 da Harpa Cristã, “Pelejar por Jesus”, que define como o mais fácil para quem está aprendendo.
Aos 12 anos ingressou na banda. “Apaixonado por trombone e bombardino, torcia para que o solista faltasse e ele pudesse solar o hino no conjunto das irmãs.

CAMINHADA PROFISSIONAL

Filho de uma família sem recursos financeiros, superou as afirmações de que não avançaria por sonhar “muito alto”.
Aos 13 anos, afirmava que seria engenheiro. Ainda adolescente, fez um curso de desenho técnico. Ao atuar como office-boy, foi desestimulado algumas vezes com declarações como ‘você não é de nada’.
Confrontado com as limitações financeiras da família declarava: “Meu Deus é rico. Ele é dono de todas as oportunidades. É Ele quem assina, quem viabiliza”.

Na hora de ingressar em Engenharia, optou por Direito, pois atuava em escritório e nutria paixão pela leitura. “Cresci na advocacia, Deus me deu escritório, uma empresa imobiliária. Estudei, me especializei em tudo que pude. Sem perder culto, sem me levantar contra a minha liderança. Sem responder aos meus pais, ou deixar de valorizar os meus pais que foram os meus grandes incentivadores”.

TRAJETÓRIA ECLESIÁSTICA

Passou a servir a igreja como diácono aos 22 anos, idade com que casou com a missionária Lígia Cardoso. Aos 23 anos, tornou-se presbítero, aos 27, evangelista e ordenado pastor aos 31 anos. Foi empossado como presidente da AD Perus em 2002, quando somava 39 anos de vida. “Tudo isso, estudando, enfrentando desafios. Você pode chegar lá. É mentira do diabo que você não consegue, que as oportunidades não são suas. É mentira dele”, testifica.

CHAMADA MINISTERIAL

Ao consolidar a carreira profissional como advogado, na área criminal, com experiência no Tribunal do Júri, ouviu o chamado do Senhor: “Vem que eu te escolhi”. Aceitou a missão dada por Deus, enfrentou (e enfrenta) os desafios de apascentar as ovelhas do Sumo-Pastor e reconhece sua dependência para ser instrumento de edificação na igreja do Senhor. “Deus não chama desocupado. Deus não chama quem não acredita. Deus não chama quem não tem sonho”.

Sua experiência de vida o autoriza na orientação a pessoas de todas as idades para que coloquem seus projetos sempre sob a perspectiva da vontade de Deus. “Você pode estudar, fazer tudo o que o teu coração desejar, mas Ele é o dono das oportunidades. Entregue o seu coração que Ele vai responder nas suas necessidades. Não tenha pressa. Vão te falar que você não é de nada. Que você é muito pequeno, muito fraco. Mas continue, que Deus vai te içar para cima e o nome do Senhor será glorificado”.

A melhor forma de celebrar mais um ano de vida é de joelhos na presença do Senhor
Deixe seu comentário:
CONTRIBUIR