Um juventude que aguarda a volta de Jesus

Pastor Elias Cardoso: “Não estamos brincando de ser igreja. Não é uma agência social é uma igreja”

Quem se dispõe a participar de um evento na AD Perus, quer seja na Catedral, nas sedes regionais, setoriais ou congregações, o faz com coração e mente preparados para ver e viver o sobrenatural. Às vésperas de completar 72 anos de fundação, é uma igreja provada pelo fogo e habilitada pela unção. Este treinamento espiritual resulta em um ambiente que expressa a glória de Deus de modo impactante, sublime, transformador, envolvente, empolgante, encorajador.

Esta identidade pentecostal é resultado de uma postura zelosa, atenta, criteriosa que é preservada pelo ministério presidido pelo pastor Elias Cardoso. Nesta sexta-feira, em uma breve saudação aos congressistas da Umademp, ele destacou que a igreja continua orando, no círculo de oração, nas vigílias. “Não estamos brincando de ser igreja. Não é uma agência social é uma igreja”, afirmou o presidente.

O pastor Cláudio Gama ministrou sobre o revestimento de poder para cumprir a grande comissão

O presidente também mencionou a preservação de bons costumes e rechaçou aqueles que querem burlar as boas práticas e até menosprezar o patrimônio moral, espiritual e cultural da igreja. Para tanto, afirmam que as exigências são apenas metodologia arcaica, ultrapassada. O presidente, porém, contestou esta interpretação. “Doutrina não é a metodologia da igreja, é a Palavra de Deus. Se a palavra diz para não colocar marca no seu corpo, não coloque, não invente”.

O pastor Elias alertou que há pessoas que frequentam a igreja, mas não fazem parte do Corpo de Cristo. “Para estar na igreja, é preciso amar a palavra. Não basta vir aqui cantar. Não basta vir aqui gritar. Tem que obedecer. Obedecer é melhor do que sacrificar”, declarou.

Batalha espiritual

A segunda noite do Congresso Nacional da Umademp revelou uma juventude que entendeu a dimensão da batalha espiritual na qual estão imersos. Após a exposição da mensagem bíblica proferida pelo pastor Claudio Gama, de São Gonçalo-RJ, 67 vidas tomaram a melhor decisão de se entregaram ao Senhor ou voltarem para os braços do Pai. Foram 63 pessoas que manifestaram esta decisão no templo e mais quatro pelas redes sociais.

A juventude bradou com alegria ao ver uma família se dirigindo ao altar dizendo “sim” ao Rei da Glória

Fervor pentecostal

Toda boa festa pentecostal tem música boa. Por isso, o Coro Umademp acompanhado pela Big Band e Back Vocal atraem a glória de Deus com uma expressão de louvor que é depositada no altar do Senhor com intensidade, sem reservas, sem protocolos, marcada por quebrantamento, entrega total.

Com esta mesma postura, a igreja adorou ao Senhor com o cantor Júlio Lima, o Quarteto Profético Soul e a cantora Josie Souza que aproveitou a ocasião para lançar o seu primeiro CD “Acredita”. Assim, enquanto os louvores são entregues para glória do Eterno, para qualquer canto que se olhe no santuário, se avista mãos levantadas ou rostos banhados em lágrimas.

Equilíbrio

Uma marca da AD Perus é não reprimir a expressão de louvor da igreja e, também, não impedir que o Espírito Santo atue no meio do seu povo por intermédio da exposição da mensagem bíblica que tem prioridade. Como sempre pontua o pastor Elias Cardoso, o pregador dispõe de, no mínimo 40 minutos de mensagem. Se tiver conteúdo, “pode falar e deixa Deus usar”.

A cantora Josie Souza fez o lançamento do seu primeiro CD “Acredita” durante o Umademp 2019

Com esta liberdade espiritual, o pastor Claudio Gama tomou como ponto de partida o texto de Atos 1:8-11, o mesmo escolhido pelo pastor Genival Bento na primeira noite. Ele detalhou que a narrativa apresenta os últimos momentos da presença física de Jesus entre os seus discípulos no monte das Oliveiras.

Em sua saudação, o pastor Cláudio motivou a adoração espontânea da igreja mencionando a personalidade do Eterno: “Se estamos em pé, é porque as santas e potentes mãos do Senhor tem nos sustentado diariamente. Sem o Senhor nada temos, nada fazemos, nada podemos. Sem o Senhor, nada somos. Se somos o que somos, não somos pelo que somos, somos pelo que o Senhor é. O Senhor é Tremendo, Magnífico, Extraordinário, Glorioso, Meigo, Clemente, Benigno, Compassivo, Misericordioso, Justo, Refúgio, Fortaleza, Socorro bem presente no dia da angústia, Segurança, Sustento. O Senhor é Tudo. O Senhor é Amigo, Pão vivo que desceu do céu e alimenta a nossa alma. Ele é o nosso Criador, Salvador, Senhor da nossa vida, Amado da nossa alma. A nossa vida só tem sentido nele, pois é nEle que nós existimos, nos movemos e vivemos”.

O cantor Julio Lima recordou a exclusividade na adoração que os servos de Deus devem preservar

Por detrás da nuvem

O pastor Claudio mencionou que nos evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas a grande comissão dada por Jesus é detalhada. Em Atos, porém, o médico Lucas amplia a fala de Jesus e detalha que, para cumprirem a tarefa, eles receberiam poder. Não seria um “poder militar, político, financeiro, filosófico”, ponderou. A virtude que receberiam os tornariam capazes de implodir “as fortalezas e império das trevas”. Gama ressaltou que o poder sobrenatural daria a eles “a capacidade de sofrer em prol de Cristo, suportar tudo e continuar anunciando a Jesus”.

O preletor detalhou, ainda, que a visão dos discípulos que estavam no monte das Oliveiras e viu Jesus sendo elevado, foi interrompida com a nuvem que o encobriu por completo. O pastor Cláudio ressaltou que o rei Davi teve uma revelação do que aconteceu atrás da nuvem. Esta descrição está no Salmo 24: “Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. Quem é este Rei da Glória? O Senhor forte e poderoso, o Senhor poderoso na guerra. Levantai, ó portas, as vossas cabeças, levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. Quem é este Rei da Glória? O Senhor dos Exércitos, ele é o Rei da Glória” (Sl 24:7-10).

Profético Soul entusiasmou a igreja ministrando sobre os efeitos da presença de Jesus no ambiente

Até que Ele venha

Até que o Rei da Glória venha buscar a sua noiva, é preciso semear a boa semente, ir em busca do aflito, proclamar a liberdade aos cativos, a abertura de prisão aos presos, o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do Soberano. Uma tarefa que foi almejada pelos anjos. No entanto, “os anjos nunca souberam o que é perdão de pecados, ser lavado no sangue do Cordeiro, ser batizado com o Espírito Santo. Os anjos nunca souberam o que é ser a noiva do Cordeiro”, ponderou o preletor.

Em um momento marcante, os metais da Big Band Umademp executaram acordes como representação do som da última trombeta. O som tomou conta do ambiente e fez a multidão irromper de modo efusivo com a expectativa da volta iminente do Senhor quando, enfim, se ouvirá a trombeta de Deus. E, ao som desta trombeta, o Senhor cessará dos olhos do seu povo toda a lágrima. “Cessaram as dores. Cessou o sofrimento. Cessou a perseguição. Chegou a hora da partida! Os surdos ouvirão, os mortos ouvirão, você que anda no Espírito entenderão “é o Senhor que está me chamando, aí vem o Noivo!”.

O ambiente de adoração onde o Espírito Santo tem liberdade, expressa a glória de Deus de modo impactante, sublime, transformador, envolvente, empolgante, encorajador

Assista a íntegra da mensagem

Veja mais fotos

DIA 18 – QUINTA-FEIRA
Parte 1 | Parte 2

DIA 19 – SEXTA-FEIRA
Parte 1 | Parte 2

DIA 20 – SÁBADO
Manhã Parte 1 | Parte 2
Tarde Parte 1 | Parte 2
Noite Parte 1 | Parte 2

DIA 21DOMINGO
Manhã Missionária Parte 1 | Parte 2
Tarde – Parte 1 | Parte 2
Noite – Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4

Deixe seu comentário:
Midia AD Perus
Midia AD Perus
Departamento de Mídia e Comunicação do Ministério de Perus
EBFO 2019