Compartilhe a Revelação da voz de Deus

Quem participou da 53ª edição do Congresso Nacional da Umademp foi desafiado a compartilhar as revelações do céu até que Cristo venha buscar o seu povo. No sábado (dia 20), à noite, o pastor Elizeu Rodrigues ministrou à luz do primeiro capítulo do livro da Revelação. Ele frisou que o “Apocalipse não é o livro do caos” como é censo comum entre as pessoas que, por alegarem não entender seu conteúdo, o evitam ou até mesmo o desprezam. “O Apocalipse é desprezado. Esse tipo de gente ainda não conseguiu experimentar os benefícios do versículo 3 do capítulo 1.”

Pastor Elizeu Rodrigues: “Apocalipse não é o livro do caos. A nossa geração precisa desperta-se para a valorização deste livro”

“A nossa geração precisa desperta-se para a valorização deste livro”, conclamou Rodrigues. Ele ponderou, também, que o desconhecimento do que foi entregue a João traz satisfação ao Diabo pois o conteúdo do livro revela o fim dele. “Se você desprezar o Apocalipse, você não vai conhecer a mensagem da sua vitória. E não vai conhecer a mensagem da derrota de Satanás”, afirmou o preletor.

O palestrante destacou, ainda, sobre a Palavra de Deus como arma espiritual que foi esquecida por Adão, no Éden, mas foi o dispositivo da vitória de Jesus sobre o Acusador no deserto. “Adão abriu mão da palavra de Deus. Jesus se valeu da palavra de Deus e venceu”, declarou.

Ao Pai da Mentira interessa desestimular o conhecimento do seu fim relatado no livro de Apocalipse. Isso porque a narrativa narra suas investidas fracassadas de prevalecer contra o Todo-Poderoso. Afinal, o livro da Revelação deixa explícito que o Diabo não venceu os mártires com a perseguição engendrada pelos governos humanos. João escreve que o dragão, símbolo do Diabo, não consegue tragar o filho da mulher vestida de sol. Já está anunciado seu fracasso com o anticristo e o falso profeta. “O Apocalipse está dizendo que a derrota de Satanás já está decretada”, enfatizou o pastor Elizeu.

Rodrigues continuou a justificativa das investidas do reino das trevas para deter a difusão da Revelação de Jesus Cristo registrada por João quando estava impedido por Domiciano de pregar, mas podia ver e escrever. “Quando você lê o Apocalipse você lembra o futuro de Satanás. Porque o prazer dele é te prender no seu passado. Ele te faz olhar para traz e te faz passar vergonha. Aí o Apocalipse diz: ‘Olha pra cá, porque o futuro dele é lago de fogo e o seu futuro é nas mansões celestiais, participando das glórias da igreja.”

A voz conhecida

O escritor do livro da Revelação, conforme pinçou o pastor Elizeu, tinha discernimento da voz de Deus. Em Apocalipse o discípulo amado usa as figuras de trombeta e som de muitas águas para descrever o som da sua voz. A trombeta aponta para o sentido de alerta que tomava os soldados que eram convocados para o front de batalha. O som das muitas águas sugere que uma vez atentos à voz de Deus, as vozes humanas, carnais, terrenas são silenciadas.

João, como discípulo testemunhou momentos chaves que lhe deram o discernimento da voz de Deus. Rodrigues mencionou os eventos no Monte da Transfiguração, em Betânia, no Gólgota e no Cenáculo. Assim, João tinha experiências que garantiam uma percepção clara da voz de Deus.

Assista a íntegra da ministração

Veja mais fotos

DIA 18 – QUINTA-FEIRA
Parte 1 | Parte 2

DIA 19 – SEXTA-FEIRA
Parte 1 | Parte 2

DIA 20 – SÁBADO
Manhã Parte 1 | Parte 2
Tarde Parte 1 | Parte 2
Noite Parte 1 | Parte 2

DIA 21DOMINGO
Manhã Missionária Parte 1 | Parte 2
Tarde – Parte 1 | Parte 2
Noite – Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4

Deixe seu comentário:
Midia AD Perus
Midia AD Perus
Departamento de Mídia e Comunicação do Ministério de Perus
EBFO 2019