O pastorado que começa em casa

A pregação mais eloquente de um pastor acontece
no seio da própria família, o seu primeiro rebanho

No segundo domingo de junho, é comemorado o dia do pastor. Como forma de homenagear aqueles que Deus levanta para cuidar das suas ovelhas, as filhas do pastor Elias Cardoso, presidente da Assembleia de Deus – Ministério de Perus, compartilharam uma visão especial daquele que exerce dupla função em suas vidas: pai e pastor.
Elas vão além e mostram um amigo com quem se comunicam pelo olhar. Um avô que está aproveitando cada momento de afetuosidade com os netos. Um marido exemplar. Enfim, um homem que mantém o discurso alinhado com a prática.

Keila: melhor amigo

“Meu pai me ouve, aconselha, faz rir (e muito), ensina a cozinhar, ensina a ser organizada, ensina respeitar, mostra o lado bom de tudo, sonha e realiza comigo
é meu melhor professor, dá abraços surpresas. Se importa com minhas dores. Até quando meu poodle morreu, ele sofreu junto! Me fez amar a mesa da cozinha de casa, porque ele se senta ali e dá para toda a família a melhor companhia do mundo. Fala comigo pelo olhar. É meu melhor amigo. É meu orgulho. É meu pai.”

Geisla: vida íntegra

“Meu pai é também o meu pastor. Convivendo com ele na intimidade do lar, aprendi que a vida é uma só, sem duplicidade. Ele vive o que prega no púlpito. Sua integridade é o que mais impactou minha vida. A motivação do seu coração em honrar a Deus em tudo o que faz é inspiradora. Misericordioso, acredita sempre na segunda, na terceira chance. Ele vive o 70 vezes 7. É homem prudente e reto.
A cada dia que passa, admiro mais sua sabedoria na liderança de tanta gente. Visionário, empreendedor, homem de fé. Acredita que Deus suprirá para cada desafio que Ele mesmo esteja à frente. Mesmo sendo extremamente disposto para o ministério, está sempre pronto a atender a família, demonstrando seu amor na linguagem que alcança cada filho e, agora, os netos.
Ele tem uma capacidade incrível de deixar os problemas do lado de fora e, ao entrar em casa, curtir o aconchego. É um ótimo “Zozo” como diz a Sophia. Ele é o meu melhor amigo, sempre esteve ao meu lado, sempre esteve presente nos melhores e piores momentos da minha vida. É sem dúvida, o melhor pai-pastor do mundo.”

Geiza: exemplo

“Foi nele que eu vi o primeiro amigo que eu poderia ter. Foi com ele que aprendi que o respeito, demonstrações de afeto e dedicação começam em casa.
Antes de seu meu pastor, ele é meu pai-amigo, naquele em quem é possível dividir os meus sonhos. Não seria possível existir um bom pastor se não víssemos nele o ótimo marido e pai que vemos todos os dias. Seria impossível acreditar em suas pregações e no amor de Deus se ele não fosse o nosso exemplo vivo de tudo o que fala e ensina.
Eu vejo Cristo no meu pai. E, por isso, fica impossível nos afastarmos dEle! Para mim, meu pai é o melhor modelo de homem de fé, intercessor constante, amigo e vovô amoroso que existe. Pelo olhar nos falamos sempre. Meu pai conhece muito bem cada uma de nós.
Eu nunca o vi errar sobre o nosso coração e nossas angústias. Ele nos conhece muito bem. Ele é o nosso exemplo vivo do amor de Deus.”

Galeria da família

  • Pastor Elias Cardoso e missionária Lígia
Deixe seu comentário:
Midia AD Perus
Midia AD Perus
Departamento de Mídia e Comunicação do Ministério de Perus
EBFO 2020