Comemorações do jubileu de ouro da Umademp continuaram a todo o vapor no sábado cedo

O terceiro dia de comemorações do jubileu de ouro da Umademp começou com tudo na manhã de sábado (16). Com a leitura oficial estabelecida no capítulo 3 de Êxodo, deram-se início aos trabalhos sob a direção do pastor Ivair Marques.

O templo cheio recebeu as regionais de Canindé de São Francisco (SE), Vitória da Conquista (BA), Caetité (BA), Maracaí (SP) e Divisa Nova (MG), que não mediram esforços para vir de longe, encarando mais de 2 mil kilômetros (no caso de Canindé de São Francisco) e marcar presença nesses dias históricos.

Entre as outras regionais que louvaram pela manhã, destacam-se o jardim Damasceno, Bela Vista, vila Souza e Franco da Rocha, que como sempre cooperaram com um grande quantitativo de jovens.

Entre as oportunidades concedidas, destacaram-se a missionária Suzana (Peru), que em espanhol  trouxe as saudações do pastor João Batista e toda a juventude peruana que acompanhou através das transmissões on line.  Saudou e agradeceu aos pastores Elias Cardoso, Flávio Pena e suas famílias. Se manifestou extremamente grata pela oportunidade de estar pela primeira vez no Brasil conhecendo este grande congresso, e declarou que a sarça continuará ardente neste ministério.

Rubem Macedo foi o cantor convidado da manhã. Liderando o momento de louvor, embalou igreja em um profundo momento de adoração. Entre louvores e testemunhos, jovens foram as lágrimas, comovidos.

O pastor Otoniel Gomes trouxe a palavra, tendo como base Provérbios 8.17 – “eu amo aos que me amam, e os que cedo me buscarem me acharão”.

Com uma abordagem inesperada, esclareceu que diferente do que muitos pregam admitindo a Deus esta condição de buscá-lo nas madrugadas, quem fala este verso de provérbios é a própria Sabedoria. “Este texto não se trata de buscar a Deus, de oração, nem tampouco de ato de consagração. É a sabedoria e o conhecimento gritando ‘se me desejarem me encontrarão‘”.

Prosseguindo, salientou que um coração quebrantado chama a atenção de Deus, e essa busca pela sabedoria tem um fim louvável. Logo começou sua preleção, em que clamou aos jovens a buscarem mais a sabedoria e o conhecimento que vem do alto antes de tomar quaisquer decisões. “Por falta de conhecimento e sabedoria muitos deixam escorrer entre os dedos o que foi recebido de Deus”, enfatizou.

Ao fim da celebração de mais um culto, entre louvores e o apelo final, várias pessoas se renderam aos pés de Jesus, e novamente o principal objetivo foi cumprido: atrair a juventude para o caminho de Cristo e expandir o reino de Deus na terra.

(Hadassa Reises) 

Deixe seu comentário:
EBFO 2019