Venezuela: igreja cresce em meio à crise

Pastor Rodrigo e missionária Tatiana glorificam por ver o mover da boa mão do Senhor em favor do seu povo

Em 74 anos de história, a AD Perus está sempre aprimorando os canais de comunicação e lançando mão de todos os recursos que possam garantir agilidade na propagação do evangelho.

Na impossibilidade de reunir todos os missionários que estão no campo tanto em solo nacional quanto no exterior, a tecnologia da informação se tornou ferramenta importante para a comunicação do evangelho.

Os recursos tecnológicos ajudam a aproximar aqueles que são enviados, daqueles que, voluntariamente, por entenderem a importância, urgência e extensão da obra missionária seguram a corda por meio da intercessão e das contribuições.

CONEXÃO VENEZUELA

Por isso, durante a realização do Congresso Nacional de Missões, realizado de 10 a 12 de setembro, o Conselho Nacional de Missões da AD Perus (Conampe) programou a participação do pastor Rodrigo Allan e esposa Tatiana Gutierrez por meio de videoconferência, no culto realizado na tarde de sábado, dia 11.

Durante a conexão virtual, o casal compartilhou os desafios e vitórias que têm vivido na Venezuela onde serviram ao Senhor de 2007 a 2015 e para onde regressaram em 2019. No primeiro período, que se estabeleceram no país vizinho, Natan, de 15 anos, estava no primeiro ano de vida. Já fixados em Ciudad Bolívar, a 723km da fronteira com o Brasil, há 12 anos a família foi enriquecida com a chegada de Ana Clara.

O pastor Rodrigo Allan glorificou ao Senhor pelos 74 anos da AD Perus e, olhando para o futuro, dirigiu uma palavra especial aos futuros vocacionados para serem enviados ao campo missionário.

O missionário ressaltou a importância de buscar direção para cumprir o chamado de Deus. “Nunca deve te faltar a direção de Deus naquilo que nós vamos fazer. Muitas vezes, o Senhor não nos dará todos os passos, em tudo o que Ele vai fazer, mas que Ele nos mostre o próximo passo para que você siga se preparando”, alertou.

Rodrigo exortou, também, à perseverança e confiança no Senhor. “Você que tem uma chamada missionária, não desista, não pare, porque Aquele que prometeu é Fiel para completar esta obra”, concluiu.

DESAFIOS

Atualmente, o pastor Rodrigo e a missionária Tatiana estão cuidando de quadro igrejas na Venezuela: três em Ciudad Bolívar: Los Próceres (sede), Gran Sábana, Villa Bolívar e Los Piquitos, a 110 km de sua base. A pandemia agregou mais algumas dificuldades no pastoreio das ovelhas do Senhor. Há mais de um ano, o governo venezuelano permite cultos em uma semana e proíbe em outras.

Nestas localidades, os missionários da AD Perus testemunham, todos os dias, o cuidado de Deus. Mesmo com uma crise econômica e sanitária que causa grande impacto em toda a sociedade, a igreja venezuelana tem crescido. Tanto que, durante a videoconferência, o casal citou que há um novo templo sede em construção, porque o atual está pequeno para comportar os irmãos.

Obreiros treinados: primeira turma de formandos
do núcleo da Etademp, na Venezuela

CRESCIMENTO

Este crescimento é resultado do modelo de trabalho aplicado no Brasil com a realização de discipulado para os novos convertidos. A atenção pastoral também, com visitas domiciliares foram mantidas com o acréscimo dos cuidados exigidos durante a pandemia, mas sem deixar os irmãos sem assistência.

Para que os irmãos aprendam a viver o sobrenatural, os líderes estão sempre motivando a desenvolver maior intimidade com o Senhor. Assim, na primeira semana de setembro, eles propuseram a realização de três dias de jejum.

A missionária Tatiana testifica que a resposta dos irmãos alegrou o seu coração e fortaleceu a sua fé. “Mesmo com poucas forças, temos visto a glória de Deus na Venezuela. Me comoveu muito o sacrifício, esforço dos irmãos, diante de tanta dificuldade, tanta fome, de tanta escassez, mas a igreja está firme na Rocha que é Jesus Cristo”, testificou.

À medida que a igreja aumenta em número de membros e congregados, a necessidade por mais obreiros também aumenta. Por isso, visionariamente, o núcleo venezuelano da Escola Teológica da Assembleia de Deus do Ministério de Perus (Etademp), para a glória de Deus, teve a formatura da sua primeira turma com 10 alunos.

EVANGELHO INTEGRAL

Como a obra missionária é em Cristo, e não em crises, é do Senhor que vem as estratégias para superar as dificuldades. Desta forma, a AD Perus na Venezuela mantém uma agenda que contempla as necessidades espirituais e sociais dos venezuelanos.

Exemplo disso, é o projeto “Minha Intimidade” que produz roupas íntimas para crianças. Outra ação importante foi a perfuração de um poço artesiano, com apoio da Regional 5 – Campo Limpo Paulista. Com isso, a comunidade no entorno está sendo beneficiada com água potável.

Como forma de enfrentamento à fome, a igreja faz a distribuição de sopas que atendem irmãos da igreja e também o Hospital Geral. Na igreja de Los Piquitos, a 110km da base, o pastor Rodrigo e a missionária Tatiana relatam que são desenvolvidos os projetos de horta com gêneros como arroz, abóbora, mandioca, entre outros, e alfabetização para superar o grave problema social de adolescentes com 15 anos que não sabem ler e escrever.

Deixe seu comentário:
CONTRIBUIR