Pandemia nenhuma detém a Igreja de Jesus

O pastor Elias Cardoso, inspirado pelo Senhor, orientou pela realização do Cibemp online

A realização do Cibemp 2020, de 15 a 17, mesmo com todas as restrições impostas pela pandemia, deixou claro que é possível vivermos proezas quando estamos firmados em Deus. Em três dias, os cultos contaram com cooperação presencial apenas representativa na Catedral. Isso porque, diante das determinações sanitárias, o templo só pode receber até 30% de sua capacidade de pessoas sentadas. Porém, no ambiente virtual, o Cibemp 2020 manteve a tradição de ir além das fronteiras. O evento foi acompanhado ao vivo em mais 20 países, com mais de 12 mil acessos simultâneos. Em menos de 72 horas, foram mais de 150 mil visualizações.

A orientação do pastor Elias Cardoso, presidente da AD Perus, de não cancelar o evento e priorizar a transmissão pela TV AD Perus, mostrou-se uma medida bem recebida e uma estratégia espiritual direcionada pelo Senhor. A inovação foi uma forma de abençoar centenas de irmãs, de norte a sul do País, que estavam com malas prontas para mais um Congresso Nacional na Catedral de Perus mas, em virtude da crise sanitária mundial, teve de adiar esta experiência.

A missionária Lígia glorificou ao Senhor pela união de milhares de irmãs no Brasil e exterior

A missionária Lígia Cardoso, presidente do Cibemp, ponderou sobre o desafio que se configura falar a dois auditórios: o presencial tão pequeno, com apenas uma representação por medida de segurança e o virtual, com milhares de pessoas que não é possível nem mesmo saber em que lugares foi possível alcançar vidas preciosas para o Senhor. “Muitas famílias estão passando muito aperto, muita tristeza, mas é o nosso Deus quem consola os nossos corações. Que cada um dos irmãos que estão nos assistindo recebam a palavra de Deus”, ponderou.

Distâncias aproximadas

O uso da tecnologia da informação potencializou a onda de graça, fé, encorajamento, despertamento e unção que o Senhor derramou a partir da Catedral e alcançou desde famílias que estavam em dois ou três membros até congregações no Brasil e no exterior que se reuniram nos templos para acompanhar o culto e, mais que isso, participar como se estivesse presente na Catedral.

As irmãs de Porto Alegre, por exemplo, acompanharam a transmissão trajadas com o uniforme que usariam em São Paulo. Nos momentos que o coral feminino louvou ao Senhor, elas empunharam as pastas e declararam junto que “Deus tem o controle do tempo”! No setor de Feira de Santana, interior da Bahia, a igreja participou do culto como se estivesse na Catedral. Fizeram um prelúdio com um hino Harpa Cristã e, na sequência, passaram a acompanhar a transmissão da Catedral com direito aos conjuntos locais louvarem ao Senhor junto com os conjuntos da Sede Nacional.

Os testemunhos se multiplicam em todo o estado de São Paulo e em outros estados onde a AD Perus tem feito tremular a bandeira do evangelho entre eles: Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Pernambuco, Alagoas, Ceará, Rondônia, Maranhão e Acre. O mover também foi marcante além das nossas fronteiras em países como Paraguai, Peru, Equador, Venezuela, Portugal, França, Bélgica, Inglaterra, Holanda, Itália, Índia, Moçambique e Malawi.

Diante do empenho deste exército valoroso, a única expressão possível é gratidão. “Queremos agradecer às irmãs que nos ligaram de São Paulo, de fora do estado e até do país. Tudo isso é para o nosso Deus”, destaca a missionária Lígia.

Deixe seu comentário:
CONTRIBUIR